Home

Links

Links recomendados:
MPPU Internacional
Movimento Politico Per L'unitá
MPPU Alemanha
Forum Politik und Geschwisterlichkeit
MPPU Argentina
Movimiento Políticos por la Unidad
EdC
Economia de Comunhão
Instituto Sophia
Instituto Universitário Sophia
Focolares
Movimento dos Focolares Brasil
Chiara Lubich
Centro Chiara Lubich
Igino Giordani
Centro Igino Giordani
Cidade Nova
Editora Cidade Nova
RUEF
Rede Universitária para o estudo da Fraternidade
Fraternidade
Olhar Fraternidade

Editora Cidade Nova

Usuários online

Nós temos 13 visitantes online

RSS

MPPU Brasil
MPPU Brasil
Pacto de Responsabilidade Cidadã em Gravataí (RS) PDF Imprimir E-mail
Sáb, 21 de Maio de 2016 18:39

No dia 02 de maio de 2016, quando o Movimento Político pela Unidade comemorou seus 20 anos de vida, um grupo do MPPU do Rio Grande do Sul esteve na cidade metropolitana de Gravataí falar sobre o Pacto de Responsabilidade Cidadã com a comunidade. O diálogo ocorreu no CTG (Centro de Tradições Gaúchas) Aldeia dos Anjos, com a presença de aproximadamente 50 pessoas.

 

Em Gravataí foi seguido o programa já vivenciado na cidade de Encantado: apresentações, vídeo introdutório “Políticos para Unidade - Visão, histórias e perspectivas para uma política de unidade” (inicialmente apresentado no encontro de 14 março 2015 em Curitiba), breve histórico do Movimento Político pela Unidade, apresentação, leitura, diálogo, e assinatura do Pacto.


Um dos participantes afirmou: “É um trabalho fundamental trazer a fraternidade para a sociedade. Muito se fala dos políticos, mas cada um de nós é responsável por mudar esta cultura da corrupção e podemos começar isso através deste pacto. Se nós praticarmos mesmo este pacto, ali na frente teremos representantes com estes valores”.

“Estamos construindo uma nova política através da fraternidade, com o coração aberto e desejosos de construir e caminhar junto com aqueles que pregam o que o Movimento Político pela Unidade está colocando aqui hoje”, declarou um outro participante.


Um representante da comunidade negra disse: “as comunidades negras estão desenganadas pela política e estou aqui para ajudar para que isso se transforme. Estou aqui para colaborar, para construir uma cidade melhor para todos“.

“Este é um pacto fundamental, que não é por interesses próprios, mas para cidade. Precisamos colocar em prática estas ideias“ e “a fraternidade é sempre se colocar no lugar do outro, fazer o que queremos que façam a nós” foram algumas das impressões deixadas.

Uma cidadã que já foi candidata a cargo eletivo desabafou: “Este pacto deveria ser o mínimo a ser respeitado por quem quer participar da política. Já fui candidata e em alguns momentos tive pavor do eleitor porque só pedem favores pessoais, vão até a casa da gente pedir favores”. E garantiu: “Podem contar comigo para viver esta política”. Da mesma forma, uma participante confidenciou: “Agradeço o movimento por me deixar mais calma, porque já pensei muito em desistir da política”.

“Uma das participantes disse durante o diálogo que 1este pacto deveria ser o mínimo a ser respeitado para quem quer participar da política’. Certamente este pacto contém alguns pontos básicos, o mínimo sim, que deveriam ser a base, a motivação essencial das nossas ações políticas. Mas diante do contexto político atual, entre perplexos e indignados, fica cada vez mais evidente a necessidade de revermos a nossa cultura e prática política. De iniciarmos a partir das pessoas, ali nas suas cidades, nos seus espaços políticos mais próximos, uma forte transformação política enraizada na fraternidade. Acreditamos que estes momentos de diálogo sobre o Pacto de Responsabilidade Cidadã são o início deste processo, ainda se lento, mas com certeza muito sólido, de transformação da nossa cultura política nacional”, escreve o grupo que esteve em Gravataí.


E concluem: “Como sempre acontece, a cidade de Gravataí nos ensinou que é possível construir a fraternidade na política com a diversidade de ideias! Sua adesão ao pacto nos permite alargar nosso sorriso de esperança, nos permite acreditar sempre mais na necessária e urgente virada política cultural que as pessoas, em cada canto deste nosso país, com muita esperança desejam”.

Depois de Encantado, no mês de março e Gravataí, em maio, Porto Alegre será a próxima cidade a receber a iniciativa no dia 1º de junho.

 

Destaque

  • 1
  • 2
  • 3

Chiara Lubich: a unidade e a política

Chiara Lubich: a unidade e a política

Em várias cidades do mundo, de 12 a 15 de março de 2015, acontecerão debates sobre o pensamento político da...

leia mais

Fórum “Chiara Lubich: por uma política de comunhão”

Fórum “Chiara Lubich: por uma política de comunhão”

Fórum “Chiara Lubich: por uma política de comunhão”Política para a unidade fazendo a diferença no mundoSerá realizado em Curitiba (PR)...

leia mais

Fraternidade na política realizada na prática

Fraternidade na política realizada na prática

Em um rico intercâmbio de experiências, mais de 100 aderentes ao Movimento Político pela Unidade (MPPU) de todo o Brasil...

leia mais

MPPU 10 anos no Brasil

Login