Home
A mensagem da fraternidade no momento de crise política PDF Imprimir E-mail

No dia 28 de outubro, 14 deputados federais, de nove partidos diferentes e sete integrantes do MPPU regional se reuniram na sala da Mesa Diretora, em Brasília.

Júlio Carneiro apresentou a proposta do Movimento Político pela Unidade, pensada por Chiara Lubich, explicando que tem por objetivo oferecer um lugar de diálogo, a partir da experiência da fraternidade, promovendo a busca do bem comum e da edificação de um parlamento mais aberto a salvar os relacionamentos, independente das vertentes ideológicas-partidárias com as quais cada parlamentar se identifica.

Os participantes fizeram uma reflexão a partir da mensagem de Chiara Lubich aos parlamentares e cidadãos reunidos no Congresso Nacional para o II Encontro Nacional do Movimento Político pela Unidade, em 28/11/2003.

A mensagem pareceu muito atual, especialmente neste momento de crise do Parlamento brasileiro. Um convite aos políticos a abraçar as divisões, as rupturas e a viver a fraternidade na política para que, superando qualquer diferença, se restabeleça o entendimento no diálogo porque o bem do país necessita da ação de todos.

Chiara nessa mensagem não os enganou e não nos engana hoje, pois acentuou: “Não é uma brincadeira empenhar-se em construir a Unidade! É preciso ter coragem, é preciso sofrer”. No entanto, acrescentou que esse é o caminho que “fará desse político um modelo, um ponto de referência para os seus concidadãos, o orgulho de seu povo”.

Um dos parlamentares contou que já havia pedido perdão a uma deputada para salvar o relacionamento com ela. Outro disse que, de diferentes maneiras, “se almeja o bem comum, um povo melhor”. Outro falou que é preciso ter cuidado com a vaidade, mas que “vemos que os deputados que estão aqui com princípios e valores para lutar contra o envenenamento do parlamento”. Outro afirmou que era um entusiasta do MPPU porque “não vê dificuldade em construir a unidade”. Outro complementou que “mesmo com tantas atividades, é importante alimentar o espírito para mostrar que é possível construir o princípio da fraternidade”.

Ao final, os deputados estavam contentes com a retomada das atividades do MPPU, agradeceram a participação de todos e disseram que foi oportuna a reunião, em virtude do momento de crise que se vive. Disseram, ainda, que é “na crise que se acha uma solução, porque a política é o amor dos amores".